Informativos Técnicos

Análise Termográfica

A análise termográfica é uma técnica de diagnóstico baseado em um ensaio não destrutivo (END), que utiliza câmeras e sensores infravermelhos para medição de temperatura e distribuição de calor, com o objetivo de detectar problemas em sua fase inicial e precisamente no local afetado.

Com essa técnica, caso haja desconfiança de alguma situação, não é necessário interromper processos, desmontar equipamentos ou quebrar paredes para inspeção.

Dentre alguns setores de aplicação dessa análise, podemos citar:

  • instalações elétricas;
  • equipamentos mecânicos;
  • sistemas de refrigeração/aquecimento;
  • infiltrações;
  • isolamento térmico.

Mais adiante neste artigo, vamos detalhar três aplicações na construção civil. Vamos começar explicando o funcionamento da análise termográfica. Acompanhe!

 

1. Indústrias

As indústrias, devido ao seu tamanho físico e a seus equipamentos mecânicos, são excelentes locais para se aplicar a análise termográfica. Por não precisar de contato físico, a inspeção é feita com o maquinário em pleno funcionamento, não sendo necessário interromper a produção.

Em equipamentos mecânicos, a termografia permite detectar problemas devido ao atrito entre as peças, causado pela má lubrificação ou desalinhamento das peças.

Na indústria alimentícia, é possível detectar falhas no isolamento térmico, o que pode deteriorar os alimentos. Na indústria eletrônica, a temperatura dos equipamentos também é vital para seu perfeito funcionamento. A análise termográfica permite ver se algum equipamento eletrônico, dentre todos ao redor, está superaquecido e com risco de queimar.

Para processos críticos, câmeras térmicas podem ser usadas para inspeções automáticas, capturando imagens em tempo real. É possível estabelecer os limites de temperatura — e, caso o equipamento atinja uma dessas temperaturas, um alerta pode ser disparado ou alguma ação automática pode ser tomada.

 

2. Instalações elétricas

A análise termográfica de instalações elétricas visa encontrar pontos com temperaturas diferentes das condições de operação normais. Essas anomalias de temperatura podem ser causadas por conexões mal fixadas, curto-circuitos e sobrecargas.

Ao analisar uma instalação elétrica, deve-se ter conhecimento da temperatura máxima sob a qual cada elemento analisado pode funcionar sem riscos de dano.

As instalações elétricas costumam ficar embutidas na parede dos edifícios e casas. Havendo uma suspeita de algum fio danificado, seria necessário quebrar a parede no ponto suspeito e talvez em toda a extensão dos conduítes. Isso traz um custo extra desnecessário à manutenção.

Há casos, por exemplo, em que o problema não está no componente, e sim na maneira como está sendo usado. Pode ser apenas um mau contato ou um parafuso mal apertado.

Para melhores resultados da análise termográfica em instalações elétricas, recomenda-se também o uso conjunto de um alicate amperímetro.

 

26 / Jul / 2018
ENGMAN - www.engman.com.br

Comente esta publicação

Copyright © 2018 - ENGMAN - Engenharia de Manutenção - Desenvolvido por Construsite Brasil - Criação de SitesAssinatura da Construsite Brasil